comentário 0

Estrutura de um texto para marketing de conteúdo

Para toda regra existe uma exceção. No caso de marketing de conteúdo, diríamos o contrário – para toda exceção há uma regra. Dizemos isso porque cada um tem seu estilo para estruturar um texto.

Mas, às vezes, precisamos começar a escrever e vem o famoso pânico da página em branco. Então como começar? Sugiro usar uma estrutura e tentar segui-la até modificando no começo, sem medo de ser feliz. E, depois você vai melhorando e adaptando para melhorar cada vez mais.

Só para lembrar o que você está fazendo: você está mostrando para o seu cliente atual ou cliente-alvo que você pode ajudá-lo muito, mas muito mesmo, com um conteúdo que ajuda ele a resolver algum problema real que fez que ele procurasse na internet a resposta – portanto, é a hora de você mostrar seu valor. Esse conteúdo deve ser útil, interessante e valioso.

E, por isso, não pode, de forma nenhuma, ser um texto em que você está vendendo um produto, senão você estará matando o interesse dele pelo que você está dizendo. Há outras formas de fazer isso e chamamos de Chamada para uma ação (Call to action, inglês), mas isso é parte do próximo texto.

Mostramos o passo a passo para criar seu primeiro texto (essa semana você vai escrever 7 textos curtos, que não demorem mais do que 3 minutos para ler. O assunto você escolhe usando os passos descritos nesse outro texto aqui.

Passo 1 – Introdução

Explique o contexto de uma maneira energizada, empolgante e que chame a atenção. Use apenas um parágrafo nisso. Nesse parágrafo, logo na primeira ou segunda linha você já deve incluir a sua palavra chave, se não ficar repetitivo use o título também. Isso é bom porque hoje em dia os buscadores (Google e outros) usam o começo do texto justamente para colocar seu texto no início ou não do resultado de uma pesquisa que alguém faça na internet.

Se você notar, eu costumo colocar sempre, logo depois da introdução, uma imagem. Isso para que eu perceba, enquanto estou escrevendo, o que é introdução e o que é o corpo do texto. Não é uma recomendação, mas é o que eu faço para eu me sentir mais seguro e organizado no meu texto.

Passo 2 – Corpo do texto

Nessa parte é que fica o texto que você deve apresentar ao leitor ou ouvinte o que ele quer saber. É um conteúdo de alto valor, ou seja, faça o seu melhor esforço para mostrar que você está sendo verdadeiro em mostrar tudo o que ele precisa saber para resolver o que o texto está propondo resolver. No caso de você estar falando sobre um assunto que é algo que ele se sente feliz e recompensado quando compra de alguém algo que dá mais do que ele imaginou, mostre isso. E, no caso de estar falando sobre uma frustração que ele tem quando compra algo e aquilo não resolve totalmente o que ele precisava ou ele tem um esforço desnecessário para usar o que comprou, mostre que você sabe disso e proponha alguma forma de contornar o problema.
Note que não estamos vendendo nada, estamos mostrando como resolver o problema e mostrando que conhecemos suas dores e ganhos.

Passo 3 – Finalize

É difícil finalizar sem fazer propaganda do nosso trabalho, né? Eu sei e me mordo de raiva por causa disso. Mas, a recomendação dos especialistas é não fazer isso.

Eu não me conformo, por isso, finalizo o texto pedindo que a pessoa deixe seu comentário e se inscreva para receber mais orientações e novidades. Aí é que devemos, aos poucos, ir sugerindo que temos algo que vai além do que a concorrência oferece. O nome disso é captar leads.

Mas e se já for um lead, aí temos a possibilidade de finalizar com a sugestão de nosso produto, porque não?

Leia mais: