Palavra chave de marketing de conteudo

Como definir palavras chave para o seu marketing de conteúdo

Existem muitas maneiras de colocar palavras chave em cada publicação do seu marketing de conteúdo. Você pode usar métodos rápidos e simples, ou métodos mais sofisticados e técnicos. Nesse post vou explicar, primeiro, os mais simples e que funcionam, mas poderiam funcionar melhor com um pouco mais de técnica. E, no final apresento os que são mais técnicos. Para finalizar, dou uma dica de ouro que funciona nos dois jeitos.

Vale a pena conhecer os dois modos, para compreender que se você tem pressa em ver seu conteúdo sendo acessado por muitas pessoas logo, e sem complicação, é melhor fazer o simples. Mas, depois, quando já estiver com muita audiência, aí vale a pena repensar um pouco e estudar melhores maneiras. Porque com a experiência você vai ficando cada vez melhor.

Jeito 1 – Modo simples e rápido para obter palavras chave

Para identificar as palavras chaves interessantes para seu marketing de conteúdo, use o assunto na tela do Google – vá até o Google e digite o seu assunto. Você irá notar que irão aparecer muitas sugestões de auto-preenchimento. Essas são as palavras chaves mais fortes relacionadas com esse assunto. Escolha as que mais se parecem com o que você vai falar na sua publicação, ou seja, as que mais parecem com a dor ou ganho do seu cliente que você identificou na análise de proposta de valor (aquelas frases que você fez). Depois disso, acrescente uma ou duas palavras chaves que indiquem o seu produto e uma com o nome da sua empresa. Esse é o jeito simples, mas não deixe de ver nossa regra de ouro mais abaixo.

Jeito 2 – Forma técnica de obter palavras chave usando softwares

A forma técnica de identificar palavras chaves é por meio de planejadores de palavras-chave, sendo que os melhores (na minha opinião) são úteis para avaliar a competitividade e o nível de dificuldade de ranqueamento de palavras-chave:

  • Google Keyword Planner;
  • Moz Keyword Explorer;
  • Ubersuggest.

Vou explicar o Ubersuggest porque acho o mais fácil de usar. Primeiro vá no Google e procure por alguém que esteja falando sobre o mesmo assunto que você está atuando (veja que esse assunto é aquele decorrente da tarefa onde você escreveu frases para montar sua proposta de valor). Você irá identificar vários sites sugeridos. Então, clique o primeiro deles e copie o link.

Em outra janela do navegador, abra o site ubbersuggest. Então, cole o link no campo que tem lá nesse site do Ubersuggest. Feito isso, ele irá mostrar para você várias palavras chave que fizeram aquela página estar aparecendo em primeiro lugar.

Jeito 3 – Obtenha palavras chave visitando seus concorrentes

É proibido visitar os concorrentes? Ao contrário, eles são seus melhores professores sobre seu próprio negócio. Então, faça isso. Assim você vai conhecer mais sobre eles e vai ajudar a resolver sua necessidade. Vá aos sites, blogs, páginas de youtube dos concorrentes e veja quais são as publicações que estão sendo mais visualizadas e que tem mais likes e compartilhamentos – essas são as que vale apena investigar as palavras chave. Além disso, tenha foco, use as publicações que estiverem mais próximas do assunto que você já escolheu.

Leia muito sobre o que é marketing de conteúdo

Concorda que quanto mais você sabe, mais você escreve bem? Então, leia sobre o assunto. Veja o que os outros dizem sobre isso na internet. Dessa forma você poderá ter surpresas e sempre vai aprender mais um pouquinho. E, mesmo escrevendo faz décadas para isso, eu ainda aprendo sempre procurando ler sobre o assunto. Parece que quanto mais aprendo, melhor fico nisso.

Por exemplo, procure saber quem são os melhores escritores para internet do Brasil, há um prêmio para isso, sabia? Sabia que em 2007, uma mulher de 95 anos ganhou prêmio de melhor blog em espanhol ?

Regra de ouro do marketing de conteúdo

A regra de ouro é que seu título seja a própria palavra chave – só isso é ganhar muitos pontos porque só irão ler o seu texto quem realmente interessa a você, né? Por isso é bom você usar essa palavra chave duas ou três vezes dentro do seu texto.

Não brinque com seu leitor. Afinal, ele é seu cliente. Então, ofereça informações que sejam realmente valiosas para ele. Em outras palavras, a melhor maneira que você pode usar para saber se é valiosa, é se você gostaria de saber sobre aquilo e acha importante.

Uma forma de ajudar a resolver essa dúvida, que sempre pode surgir, é perguntar a si mesmo se é ou não uma boa informação. Em resumo, use você mesmo para saber se é ou não uma boa informação. Afinal, pense bem, você está fazendo uma promessa ou realmente entregando algo de valor para seu cliente? Se sua intenção é abrir empresa ou melhorar a que já tem, você não pode ignorar nada disso, não é?

Leia mais: