Passo a passo para a primeira hipótese de problema do cliente (Parte 5)

Você completou as 4 partes anteriores para chegar justamente nessa etapa fundamental para abrir um bom novo negócio. Você já tem uma noção mais formada de que não importa qual seja o negócio que você inicie, ele sempre irá concorrer com outros que fazem a mesma coisa. E, você pode vencer a concorrência e fazer dinheiro se conseguir oferecer algo melhor e isso significa melhorar justamente oferecendo a deficiência dos outros. Ou seja, nessa etapa você já sabe qual é a dor do cliente.

Não importa se é um barbeiro, um açougueiro, o taxista, o entregador ou a farmácia – todos pecam em alguma coisa. Seja por incompetência, por não enxergar o problema, ou até mesmo para reduzir custos – o que importa é que seguindo as 4 partes anteriores você teve uma primeira percepção de que o cliente tem um problema hoje e que você pode resolver, oferecendo algo melhor.

Não fez as etapas anteriores? Faça agora:

Você deve focar nesses problemas e identificar, usando sua intuição, qual deles é o problema que você irá focar. No sistema ou no seu caderninho (se ainda não estiver usando o sistema), você deve anotar o problema do cliente que você achou mais importante. E, abaixo deles escreva “outros problemas” e liste os demais.

É importante você escrever isso porque esta é a maneira que usamos no nosso método para avaliar e criar bons negócios – anotamos tudo para poder voltar e rever sempre que aparecer alguma dúvida. E, isso é frequente, sempre voltamos para rever algo que pode ter passado desapercebido.